TERROR-ISMO


TERROR-ISMO

TERROR-ISMO

por Cláudio El-Jabel

 

Não,

Não pretendia mexer nessa ferida,

Mas de tanto ler aqui e acolá,

Não poderia me furtar em escrever,

Não poderia furtar-me em me calar,

A separação no título é proposital,

São duas palavras que somadas causam efeito,

E não é apenas dor ou destruição em meu peito,

É mais que isso,

Esse maldito sufixo que insistem em seguir,

Causa tanta dor e discórdia que não deveria nem existir,

O “Ismo” segrega,

Pior que uma guerra declarada,

Ele age mais profundo no Ser,

Ele cria e determina defeitos,

Ele define “direitos”,

Ele cria barreiras,

Estimula conceitos,

Uma verdadeira lavagem cerebral,

Ele destrói a vida na Terra,

E com isso, o homem e o animal,

É uma luta onde não há vencedores,

Todos são perdedores,

Não há construção nesse “ismo”,

Ele sempre destrói,

Separa cultura, opções sexuais, religiões,

Separa pessoas por etnia, por problemas genéticos, ou acidental,

Não cria e nem desenvolve nada a favor da humanidade,

A guerra deveria começar pelo dicionário,

Retirando de vez essa palavra em definição,

Colocarmos em seu lugar apenas outra,

Uma palavra mais real e que sempre está ausente,

Uma palavra que definiria,

O que somos e o que pretendemos afinal,

Viver, sem bandeiras, sem fronteiras, sem barreiras,

Sem embargos, sem religiões,  sem governantes,

Para que pudéssemos ser livres ao menos um instante,

Utopia monumental,

Sonho possível,

Amor incondicional,

Amor redistribuído,

Vivermos como seres inteligentes,

Jamais como um bando de bandidos.

 

 

 

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA, POLÍTICA, REFLEXÃO, RELIGIÃO e marcado , . Guardar link permanente.

13 respostas para TERROR-ISMO

  1. miadosantos1 disse:

    os “ismos” só nos levam ao caos!
    Bom dia e boa semana.
    Abraço,
    Mia

    Curtido por 2 pessoas

  2. Ótima combinação de valores e definições. Parabéns Claudio.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Tandy disse:

    “Sem bandeiras, sem fronteiras, sem barreiras” Belo texto e boa sacada no título rs Parabéns
    Abraço

    Curtido por 1 pessoa

  4. Utopia ou não… Eu gostaria de um mundo sem as fronteiras que tanto segregam 😦

    Curtido por 1 pessoa

    • KAMBAMI disse:

      O dia que acordarem e perceberem que tudo e todos não passa de um organismo que mesmo nos parecendo imenso, ainda é infimo perante ao Cosmos, talvez comecem a pensar com um pouco mais de neurônios. Por momento me parece que metade deles é para exterminar e a outra para furnicar, somente. 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  5. Pingback: TAG: Deuses do Olimpo | Devaneadora de Ideias

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s