Arquivo da categoria: POEMA

ORAÇÃO DA ESCRITA

  ORAÇÃO DA ESCRITA por Cláudio El-Jabel   Maquiagem na escrita, Verdade no sentir, Trabalho sinuoso que poucos podem definir, É quando a letra trava, Fica presa na garganta, E o grito que faltava, Para trazer aquela lembrança, Escrever é … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com | 1 Comentário

VIDA DE BARCO A VELA

  VIDA DE BARCO A VELA por Cláudio El-Jabel     Das formas como ocorrem o viver, Por vezes escrevemos pouco, De tudo o que queremos dizer, Viajamos entre vários mundos diferentes, Um ao qual chamamos normal, Outro com o … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

NÓS E OS OUTROS

  NÓS E OS OUTROS   Vontade de escrever depois de tantos probleminhas corriqueiros da vida, assisti a um vídeo que por mais que seja uma verdade jogada na cara ela nos pega de calças na mão como diria meu … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com | 3 Comentários

LIBERDADE, ABRA AS ASAS SOBRE NÓS.

LIBERDADE ABRA AS ASAS SOBRE NÓS

Publicado em POEMA | Marcado com | 2 Comentários

DIA FRUSTANTE

    DIA FRUSTANTE por Cláudio El-Jabel   Hoje não estou muito a vontade, E nem é coisa da idade, Mas estou chateado com o tempo, Essa bora a soprar, Essa chuva fininha a cair, Esses bichinhos não muito desejáveis … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

AROMA

  AROMA por Cláudio El-Jabel   A descrição de um dos sentidos mais importantes, O olfato, E é por ele que movimentamos também nossas lembranças, Pelo aroma, seja do café, do cheiro de terra molhada, Dos eucaliptos, da relva que … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com , | 5 Comentários

SOL SE PONDO

    SOL SE PONDO por Cláudio El-Jabel   Hoje olhei pela janela, Sim para ver o belo pôr do Sol, Mas na hora de pegar a máquina, A mente me pregou outra de suas peças, Esqueci onde a guardara, … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com , , , , | 2 Comentários

ONDAS DO MAR

  ONDAS DO MAR por Cláudio El-Jabel     Lembro, Lembro das noites enluaradas, Do som das ondas do mar, Dos barulhos da passarinhada, Indo seu galho firmar, Lembro dos brilhos nas estrelas, E seus reflexos na areia, Do ar … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com , , , , | 1 Comentário

BORA

  BORA por Cláudio El-Jabel   Os ventos daqui não uivam, Eles socam, Chamam-no de Bora, Ele aparece de repente, Te toca e se aflora, Como um nocaute, Pode te deixar desacordado, Pois se te derruba, É apenas, Ai coitado, … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com , , | 4 Comentários

DEPRESSÃO

  DEPRESSÃO Por Cláudio El-Jabel   Dias de nuvens cinzentas, Sem o calor da claridade, Sentimentos ocultos, Visões da verdade, Não são as nuvens em si, São as percepções que processo, O vento que sopra ao rosto, É vento bem … Continuar lendo

Publicado em POEMA | Marcado com , , , , | 6 Comentários