MARTE A NOVA CASA


MARTE A NOVA CASA

por Cláudio El-Jabel

Em caminhos naturais se desfruta,

Na ida e na volta da labuta,

As coisas poderiam ser assim,

Você acordar,

Trabalhar,

E desfrutar da vista,

Das belezas que o mundo lhe proporciona,

Mas parece que alguma sementinha do mal vive a rondar,

E ter o grande prazer de estragar,

Ignorar os acontecimentos nem sempre é a saída,

Enfrentá-los também não,

Então qual seria a opção?

O homem tem seguido pelo caminho menos confortável,

Ele age com agressão,

Ele prefere o confronto,

Afinal é a forma dos lideres defenderem seus tronos,

Para tanto muito recurso é gasto desnecessariamente,

Tais recursos poderiam estar ajudando a muita gente,

Mas é utilizado apenas para aniquilação,

O que esperar para um futuro?

O que fazer para mudar essa ação?

Um homem vê a única saída,

Deixar esse planeta para manter a vida.

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s