INTERSTELLAR


INTERSTERLLAR
por Cláudio El-Jabel
Entre versos,
Universos,
Viajo de portas abertas,
Travessas,
Em distancias infinitas,
Escritas,
Com olhares profundos,
Mundos,
Em diversas direções,
Opções,
Misturando visitas,
Infinitas,
Planejo meu destino,
Menino,
Indiferente aos temores,
Horrores,
Estou sempre em meu leito,
Que deito,
E me embalo em momentos,
Em ventos,
Que me sopram em suaves,
Minha nave,
Que flutua no espaço,
Em aço,
Viajando na velocidade da luz,
Que reluz,
Na esperança de encontrar,
Meu lugar,
E nele ser feliz,
Por um triz,
Livrando meu destino,
E sumindo,
Me reencontrando noutra dimensão,
Com paixão,
Desfrutando do que é mais belo,
E sincero,
Por fim me instalar,
Nesse momento,
Sem pressa ou tormento,
Meu novo lar,
Interstellar.

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para INTERSTELLAR

  1. Odonir Oliveira disse:

    Poema bonito, cheio de ritmo.

    Curtido por 1 pessoa

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s