COMO TE QUERIA


COMO TE QUERIA

 

COMO TE QUERIA

Cláudio El-Jabel

Hoje estou meio vazio,

Como se vazio as vezes não fosse,

Como se tudo desse ou viesse de bandeja,

Cartas postas sobre a mesa,

Recorremos ao indecifrável,

Ao oculto espiritual,

Na busca da força ideal,

Os erros em si apareceram com maior frequência,

Misturas das culturas,

Algo de urgências,

Não dava mais para suportar meu Brasil,

Estragado, jogado aos cães vorazes,

Hoje ainda tenta viver  em suspiros,

Quando sabemos serem apenas agonias,

Brasil como tu eras e como eu te queria.

seal

 

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA e marcado , . Guardar link permanente.

5 respostas para COMO TE QUERIA

  1. Bia Perez disse:

    Muito bem colocado. Nosso Brasil varonil tenta respirar… tá difícil!!!!

    Curtido por 2 pessoas

  2. theburningheart disse:

    No hay mal que dure cien años, ni nadie que los aguante! 😒

    Curtido por 2 pessoas

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s