SOL SE PONDO


 

SOL SE PONDO

 

SOL SE PONDO

por Cláudio El-Jabel

 

Hoje olhei pela janela,

Sim para ver o belo pôr do Sol,

Mas na hora de pegar a máquina,

A mente me pregou outra de suas peças,

Esqueci onde a guardara,

Ficou para uma outra vez,

Afinal todo dia de Sol,

Ele dá seu show,

Prateia as águas do mar,

Ao ponto de cegar no olhar,

Mas ao deitar-se o vermelho com ele vem,

Muitas vezes minhas memórias também.

seal

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para SOL SE PONDO

  1. mariel disse:

    Ri muito de você. Só não comentei antes porque não sabia k de estava o celular

    Curtido por 1 pessoa

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s