ONDAS DO MAR


Barra

 

ONDAS DO MAR

por Cláudio El-Jabel

 

 

Lembro,

Lembro das noites enluaradas,

Do som das ondas do mar,

Dos barulhos da passarinhada,

Indo seu galho firmar,

Lembro dos brilhos nas estrelas,

E seus reflexos na areia,

Do ar sereno e suave,

Do cheiro daquela paisagem,

Das gotas de orvalho e sereno,

Salgadas em meu corpo pousar,

Dos peixes que pulavam brincando,

Após as ondas do mar virem a quebrar,

Aquele som é marcante,

Calmante da alma do ser,

Prazer de viver os momentos,

De pequenina criança,

Até já adulto e sabido,

O cheiro ainda é o mesmo,

E o som,

Ainda me embala os ouvidos.

seal

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para ONDAS DO MAR

  1. Rafael disse:

    Belíssimo artigo muito interessante. Gostei.

    Curtido por 1 pessoa

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s