VIDA PURA


VIDA PURA

 

VIDA PURA

por Cláudio El-Jabel

 

A tempos não vejo mais as lanterninhas,

Os pirilampos que viviam a me alegrar na infância,

Eram lindos, verdadeiros encantos,

Hoje apenas memória de criança,

O tempo esta mudando muito rápido,

Estamos nos esquecendo do que é belo,

Transformamos nosso quintal em cenário,

Em verdade, um arranha-céus de concreto,

A vida que nos cercava e alegrava perdeu seu valor,

Muitos não sabem nem mais distinguir moscas de abelhas,

As primeiras hoje fazem mais parte da vida moderna,

As outras se tornaram raras e em fase de extinção,

Muitos só as reconhecem quando ao mercado vão,

E dão de cara com potes de açúcar, acreditando ser mel,

E vivem no engodo da vida moderna,

Perderam o caminho,

A vontade,

Acredito eu que nem vivam mais,

De verdade.

Copyrighted.com Registered & Protected 
NE21-UMZ4-TMSL-MTCC

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para VIDA PURA

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s