ONDAS


 

ONDAS

ONDAS

por Cláudio El-Jabel

 

Muitas vezes forte e outras serena,

Ondas do mar,

O bater ressonante,

Acreditar por aquele instante,

Mas ondas são diferentes,

Batem na areia em derrame,

Esculpem a pedra em seu reclame,

Espumam a enseada ensolarada,

Trazem com elas os suspiros profundos,

De bem longe dos olhares normais,

Ecoam seus dizeres e súplicas de desejos,

Acolhem o ar para dentro de si,

Como um respirar, um sentir,

Há nelas palavras escondidas,

Que preferem lacrar nas conchas que se deixam perdidas,

Ouvimos então o mais belo som natural,

Pedindo de forma clara e sem medo,

Mostrando sua força e desejo,

E lá no fundo e quietinho,

Um sussurrar bem baixinho,

Próprio mesmo das ondas do mar,

Eu amo, aprenda a amar.

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA, REFLEXÃO e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para ONDAS

  1. Amo ver e ouvir o mar!
    Me revigora!

    Curtido por 1 pessoa

  2. A foto é sua? Algum costão do Rio?

    Curtido por 1 pessoa

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s