PALCO DOS HEROIS


PALCO DOS HEROIS

PALCO DOS HEROIS

por Cláudio El-Jabel

O que fazer quando os heróis vão partindo?

Algo muito estranho começa a tomar conta,

Vamos percebendo que é tudo rápido demais,

Mal ensaiamos a peça e as cortinas já estão a fechar,

Muitas vezes não nos dá tempo para falar,

Nem mesmo agradecer com aceno,

Parece que outros atores já tem pressa em entrar,

E do palco da vida mesmo sem despedida temos de deixar,

Estranho confesso,

Ainda não me caiu tal ficha,

Por esse motivo não fiz estreia,

Não gostaria de subir a um palco,

Muito menos em ter plateia,

Queria apenas estar presente,

Sentir a peça, e não ser o cenário,

Muito menos, me tornar protagonista de um conto,

Mas sempre temos de atuar como personagens,

Para poder seguir nossa viagem,

Sem pressa, sem medo a um ponto.

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em HOMENAGENS, POEMA, REFLEXÃO e marcado . Guardar link permanente.

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s