SHAKESPEAREANDO


Shakespeareando

SHAKESPEAREANDO

William Shakespeare – To be, or not to be ( from Hamlet, act 3 scene 1)

por Cláudio El-Jabel

Nascemos sós,

Crescemos e caminhamos sós,

Partimos sós,

Mas durante nossa estadia,

Nesse mundo ao qual viemos,

Vivenciamos amores, partilhas,

Aprendemos da vida e como vivê-la,

E sempre fica uma dúvida do para que?

Se a consciência é tão vasta,

E a vida algo tão curto,

Não seria uma criação de absurdo?

Qual o sentido desse alimentar,

Pare, pense e tente refletir e decifrar,

Que diferença faz para você,

Nascer, aprender e partir?

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA, REFLEXÃO e marcado . Guardar link permanente.

8 respostas para SHAKESPEAREANDO

  1. MariaLDário disse:

    A vida continua, amigo blogueiro, apenas ficamos invisíveis! Aqui é só uma passagem.

    E sobre ficar sozinh@, na verdade eu não me sinto realmente só, Kambami – ao meu lado tenho três mentores espirituais. Através da convivência com eles, posso lhe garantir que a vida é muito dinâmica na outra esfera também. Nós nunca pararemos de evoluir, sempre haverá coisas novas para aprender e compartilhar, lá, no mundo espiritual, e do espiritual com o material. Amigo, penso assim: se quisermos entender a vida, teremos que incluir a outra vida também.

    (E às vezes é difícil para mim conciliar meu lado material, desse mundo terreno, cheio de inquietações, reflexões e angústias, com o mundo infinito do espírito, com o qual também convivo, onde existe muito a pensar e a fazer, mas onde reina mais compreensão, paz e ajuda mútua entre todos.)

    Queria lhe deixar uma música.

    Curtido por 3 pessoas

    • KAMBAMI disse:

      Oba olha o amigão Antunes ai mandando ver, rsss. Muito bom o presente para nossos amigos que por aqui passarem a ler, como digo nada aqui é meu, não estou mais aqui, a muito parti para local de sossego, apenas me permitiram usar as mãos para decifrar, acariciar, instigar, declarar, responder e um breve sussurro para sempre agradecer. 😉
      Obrigado! 🙂 ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Almerd Fancul disse:

    E ai meu broder, li a tua poesia e me veio em mente uma frase do rev. Martin Luther King “O homem que não está disposto a morrer por uma causa não é digno de viver.”
    Um grande abraço!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Bem, na próxima encarnação quero nascer homem! Nem que seja para ter outras vivências 😀

    Curtido por 1 pessoa

  4. A Riscar disse:

    Olá irmão

    Se eu pudesse escolher só um motivo para estar aqui na Terra vivenciando, experimentando tudo isso que há de bom e o que há ruim também, escolheria AMAR.

    Quem sabe esse não seja o único e real desejo do ser humano, que ao esquecer este verdadeiro objetivo perdeu-se em desejos.

    Mas se aprendêssemos Amar, também amaríamos essa nossa condição humana de esquecidos e uns aos outros. Todos de mãos dadas como uma grande fraternidade, assim continuaríamos nossa jornada em novos e belos mundos deste universo infinito.

    Tudo esta ali na nossa capacidade de Amar.

    Curtido por 1 pessoa

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s