UTOPIA DA VONTADE


UTOPIA DA VONTADE

UTOPIA DA VONTADE

Por Cláudio El-Jabel

 

Palhaço como sempre fui,

Se fosse escrever um poema de adeus,

Garanto que seria piada,

Ficaria no vai ou não vai,

Assim como vaso que não quebra,

Verdade que quase fui,

Mas o cara lá de cima deve ter pensado e ordenado,

Manda um anjo rápido,

Não quero esse cara chato a buzinar em meus ouvidos,

O que já ouço daqui já me causam dores na cabeça,

Imagine um cobrador a minha porta a azucrinar o meu pensar?

Mas como bem ele sabe,

Vida é sempre vida, seja aqui ou lá,

Que, aliás, pensa ele, ninguém me contou afinal,

Como de fato é esse tal lugar,

Estou aguardando enquanto ainda respiro,

Quem sabe alguém descobre e me conta,

Por enquanto o que resta é ir fazendo as contas,

Nesse mundo de faz de conta,

Onde cada qual inventa seu personagem,

Muitos trilham e estreiam sozinhos,

Sem diretor, roteiro ou mesmo figurino,

Desenvolvem o que der como dá, pelo caminho,

Meio Século de existência já posso dizer que foi sucesso,

Não sofri muitos abalos nem mesmo o maldito do sequestro,

Fito muito o futuro que tanto falam,

E gostaria de fato de renascer bem adiante,

Sonhar e verificar de perto a ficção que vejo agora,

E aflorar nela sem pressa ou ter hora,

Viver sem limite do tempo,

Nascer cheio de dons benéficos,

Saber usá-los com sabedoria,

Fazer do amor uma maestria,

Encher a audição de sons perfeitos,

E dar ao mundo o meu jeito,

Nascer com força de titã,

Mas com mente bem sã,

Ser ao mesmo tempo poder e balança,

Ter a cabeça de criança,

Pensar sem maldade,

E trazer no peito e na mente apenas verdades,

Não, eu acredito sim nessa utopia,

E saberei distribuí-la com muita riqueza,

Assim como a ceia de Cristo e seu clã em volta da mesa,

Dar carinho, dar partilha e ensinamentos,

Plantar essa semente em terra tratada,

Para que germine como planta forte, sem pragas e parasitas,

Que cresça e floresça em beleza e formosura,

Que de os tão esperados bons frutos,

E deles saciar a fome do saber, da cultura,

Dar continuidade a vida,

Fazer do Ser humano algo de talento,

Deixá-lo apto ao amor, a boa lida,

Soprar-lhe os ouvidos com o vento,

Dar a ele de fato a percepção,

Aguçar-lhe a vontade do saber,

Enfim torná-lo apto a crescer,

Fazê-lo evoluir em boa vontade,

E seguir assim por toda a eternidade.

 

foto – http://fc01.deviantart.net/fs71/i/2013/141/a/f/gateway_to_utopia_by_nele_diel-d65xiy9.jpg

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Uma metamorfose humana do conhecer e aprender. Simples porém exigente. Bem sobre o autor desse blog, me parece ser um cara legal, gosta de conversar, dar pitacos aqui e acolá. Procuro ser o mais sincero que a vida me permite, adoro amizades, sou tímido acreditem também uma metamorfose ambulante como diria Raul. Adoro cozinhar, mas na escrita sou mesmo comilão, como acento, concordância verbal, minha gramática de fato anda bem mal, mas sou um cara legal. Tenho muito gosto em escrever o que me vem à mente ou o que me chega aos ouvidos e visão, sou um observador nato desde minha aparição. Aqui é um palco de teatro não se engane há muito de quem escreve e muito de fantasia, mas não há bilheteria, então sinta-se a vontade, puxe sua cadeira e sente, estou quase sempre presente, me enrolo muitas vezes nessa de seguir quem me segue, me perco nesse mundo danado de internet. Não sou esnobe, sou pessoa bem simples, gosto da natureza, da boa mesa, do bom papo, não tenho hora, não uso relógio para controlar meu tempo, a muito me deixei ser levado ao vento, ora furioso que me derruba e machuca, ora bondoso que me embala em doçura. Chamo-me Cláudio El-Jabel, também podem me chamar de Kambami ou Kael, adoro distribuir carinho sem intenção outra que não seja da amizade ser bela, ser amiga, ser sincera, entendo que nossa vida é algo muito rápido e nem sempre dá tempo de nos conhecermos melhor, mas essa é minha apresentação, muito prazer, eu não esqueço vocês, já os tenho em meu coração, sejam bem vindo então.
Esse post foi publicado em POEMA, REFLEXÃO, RELIGIÃO e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para UTOPIA DA VONTADE

  1. Ah! Esse cara! O mocinho! O médico não lhe deixou recomendações bem restritas? Que fazer o favor de ficar só nas leituras :p

    Te cuidas!

    E eu voltarei aqui! Estou às voltas com dois textos. Um de um filme, e o outro para o blog pessoal. Mas como digito devagar… Vim mais para fazê-lo sossegar o facho como dizia minha avó mineira 🙂

    Mas ri aqui… Também sou uma palhaça… 🙂
    Até,

    Curtido por 1 pessoa

  2. MariaLDário disse:

    Que LINDO, Kambami!!! Muita saúde e muiiiita VIDA pra você!!

    Curtido por 1 pessoa

  3. MariaLDário disse:

    Republicou isso em MariaLDario's Bloge comentado:
    Ética
    Vontade de Viver!

    Curtido por 1 pessoa

  4. jomabastos disse:

    Lindo Poema!
    Dá vontade de viver para ler mais poemas de Você!

    Curtido por 1 pessoa

  5. bianaoliveira disse:

    Lindo mesmo. Com certeza, o Cra lá de Cima tem muito orgulho de você. Tens muito que nos ensinar ainda meu amigo!!! Descansa mesmo viu, fique “bem bom”!!!!

    Abraços,
    Fabi

    Curtido por 1 pessoa

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s