UNGIDO PELO PAI


UNGIDO PELO PAI

UNGIDO PELO PAI

por Cláudio El-Jabel

 

Ainda que as distancias me cansem,

Pai, ajude-me a caminhar,

Ainda que a dor impere,

Pai, ajuda-me a suporta-la,

Ainda que os olhos lacrimejem da emoção,

Pai, dai-me a força necessária para suportar meu coração,

Ainda que as notícias me abalem pela insistência,

Pai, ajude-me a ouvi-la com a certeza da esperança,

Ainda que a idade me afaste do combate,

Pai, me levante como uma criança,

Ainda que o vento machuque minha pele frágil,

Pai, crie em mim a couraça do guerreiro,

Ainda que o ar me falte aos pulmões,

Pai, me dê seu sopro inflando-o,

Ainda que meus olhos embacem a imagem,

Pai, realce meus instintos,

Ainda que na procura do entender esbarre nas incertezas,

Pai, seja meu advogado e me de clareza,

Ainda que torne-me confuso e perdido em momentos,

Pai, alerta-me, sacuda-me e mantenha acordado e livre do tormento,

Ainda que assuma a posição do fraquejar e desistir,

Pai, erga-me e me force a prosseguir,

Ainda que tudo faça e tudo declare,

Pai, sei que estas ao meu lado,

Ainda que ore a ti sempre no pedido alheio,

Pai, sei que olhas por mim e me quer por inteiro,

Fortaleça-me Pai, recomponha meu equilíbrio,

Revele-se em momentos de suspiros,

Refaça em mim o poder por ti conferido,

Pai, mantenha-me ungido.

 

 

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA, REFLEXÃO, RELIGIÃO e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s