OBRA INACABADA


OBRA INACABADA

OBRA INACABADA

por Cláudio El-Jabel

 

Por mais que saibamos sobre a vida,

Por mais que deixemos tudo bem organizado,

Por mais se sejamos metódicos nos atos,

Sabemos que o tempo não fala,

E num momento inesperado ele retira-nos o poder,

Poder esse de tentar manter essa organização,

Que para muitos é a vida,

O fazer, o construir, o educar, fertilizar,

É muito pouco tempo para saber o resultado,

Ele se anula com o tempo e com as mudanças,

E por mais que sentimos estarmos certo na trilha,

Esse caminho pouco importa,

Não é ele o fator determinante do todo,

Ele apenas é parte nossa, necessidade sua,

Elemento intro, incontroverso do Ser,

E por mais que saibamos construir e nomear,

A grande construção de fato é um conjunto de tudo,

E sem que saiba ou que pretenda participar,

Nada é vontade sua de fato,

Tudo é um impulso maior,

Algo gerador que alimenta esses tentáculos,

Fazendo e dando-nos uma consciência de ato,

Estabelecendo e dando-nos os sabores dos louros adquiridos,

Mexendo um pouco com um ego escondido,

Poderia até nomear como trabalhadores do bem,

Onde de fato não se faz nada por nós mesmos,

Tudo já nos é comandado, estabelecido,

E por mais que sentimos ter terminada,

Essa é uma grande obra ainda inacabada.

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA, REFLEXÃO e marcado , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s