SUSPIROS


SUSPIROS

SUSPIROS

por Cláudio El-Jabel

 

Como seria o suspirar na escrita?

Um “Ahhhhh” talvez?

Mas o suspiro é algo interessante,

Ele pode ocorrer por excitação, por frio,

Por lembrança e até por esperança,

É uma locução do pensar,

Que manifesta em som o que se sente,

Dando entendimento imediato,

E deixando um determinado suspense ao ar,

Um suspiro ou um suspirar,

É algo muitas vezes não observado pelos olhos,

Mas além da manifestação sonora,

Ele também determina gesticulações,

Dá para se perceber o motivo,

Alimentá-lo se ao acaso for prazer,

Ou ampará-lo caso seja um lembrar,

O suspiro sempre deixa a impressão marcada,

Seja nos gestos e até mesmo no olhar,

Suspirar em fim é reação,

Faz parte dos sentimentos,

Dos prazeres, da nostalgia,

Mas ele o suspiro não fala,

Ele apenas convida,

Chamando-nos sempre a desvendar,

O que mais nele encanta,

A magia do filosofar.

 

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA, REFLEXÃO e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s