NOITE E DIA


NOITE E DIA

NOITE E DIA

(poema gêmeo 2ª parte)

por Cláudio El-Jabel

 

Como já havia descrito em outros versos,

Não poderia começar da mesma forma,

Estamos agora exaltando a noite,

Sua maestria, seus encantos de magia,

Sua obscuridade muitas vezes indiferente,

Mas que também participa com a gente,

Recriando e dando o renascer,

Pois é da noite que se espera o dia,

Em uma eterna espera de agonia,

Para ter a certeza se ele irá nascer,

Logo a noite carrega com sigo algo de superioridade,

Não é dela que muitos fazem maldades,

Mas é nelas que a maldade se esconde,

Mas para tanto na noite, existe também uma guardiã,

Como um holofote intenso,

A Lua vem brilhar na noite,

Muitas vezes fazendo-a clara como o dia,

Mas sem lhe retirar a magia,

Apenas deixando a noite mais a vontade,

Para unir seus pares perfeitos,

E brindar a vida de um jeito,

Que somente a noite sabe fazer,

Digamos ser um estilo romântico,

Onde nos une em harmonia,

Para ao amanhecer o dia,

Lembrarmos-nos da noite em suspiro,

E deseja-la para sempre,

Pois nela sabemos ter encanto,

Ter feitiço, e até ter prantos,

Mas consegue algo muito importante,

Embala-nos em sono muitas vezes profundo,

E leva-nos a conhecer outros mundos,

Ajudando a moldar a fantasia tão desejada,

Imaginarmos sermos algo importante nessa jornada.

 

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Quode natura date, nemo negare potere.
Esse post foi publicado em POEMA, REFLEXÃO e marcado , . Guardar link permanente.

Obrigado pela visita, seu comentário é mais que importante é fundamental!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s